outubro 26, 2008

Escravos do dinheiro

Que os seres humanos são seus próprios escravos todos já sabem.E isso não tem como mudar.
Mas o pior é quando um ser humano se torna escravo da sua própria riqueza.
Quem é que nunca quis ser rico?


- "Ah se eu fosse rico!" -
- "Um dia eu ainda serei rico..." -
- "Odeio ser pobre!!" -
- "Ai que pobreza..." -

Você concerteza já disse uma dessas frases,ou ao menos pensou.
Se não,já ouviu alguém dizer.


A verdade é que ser rico deve ser bom.
Você tem vontade de ter algo,daí pega o seu dinheiro e compra na mesma hora.
Satisfaz seus desejos,mas e depois?!
Logicamente você se cansa dessa rotina.


É como quando se é criança e você espera o ano todo pra ganhar seu presente de natal.
Nos primeiros dias você é tomado de total euforia,mas depois de uma semana você não quer nem mais olhar para o seu novo brinquedinho!!

E o do vizinho concerteza é melhor que o seu.
Aí começa tudo denovo,você fica mais um ano esperando por um novo brinquedo e quando você ganha,já não o quer mais.

Assim são as pessoas que têm tudo que desejam.
Elas simplesmente conseguem as coisas quando querem e depois se sentem frustradas por não ter mais o que querer.
Revoltante,não acham?
E depois não entendem porque gente rica tem depressão!


Não tô dizendo que dinheiro não trás felicidade,mas pessoas que conseguem tudo facilmente nunca dão o devido valor.
Esses são os escravos do dinheiro...

Eu sempre digo que ser pobre é uma arte.
Você luta a vida toda pra ter uma vida boa.
Estuda bastante e quando consegue se formar fica maluco querendo entrar numa boa faculdade.
Quando se forma na faculdade,vira uma correria atrás do primeiro emprego.
Muitas portas se fecham,o pobre sempre perde para os "riquinhos".


Então ele se prepara melhor para a próxima batalha e vence.
É um sabor tão incrível que você se lembra da sua vitória para o resto da vida.


Você se casa e quer ter filhos.
Quer dar uma boa vida pra eles.
Quer dar tudo que você não teve quando criança.
E isso é um sentimento maravilhoso.
Porque é isso que alimenta sua vida.


Você concerteza terá prazer em trabalhar,amará muito seus filhos e seu casamento vai durar "até que a morte os separe".
Imagina como não é lindo você vendo seus filhos crescendo,se tornando batalhadores como você é.


E o mais importante:
Você envelhecendo ao lado da pessoa que você ama,e percebendo que mesmo o tempo tendo passado,você ama essa pessoa como no dia em que se amaram pela primeira vez.


Então gente,vamos continuar "pobres".
E quando alcançarmos nossos objetivos,que continuemos a dar valor na vida,nas coisas e nos amigos principalmente.
Porque se nós conseguimos uma coisa,é porque lutamos muito.


A vida e os amigos a gente não conquista comprando.
A gente conquista amando e cultivando.


O importante é conquistar.
Aprender a respeitar uns aos outros.

Não é questão de entender,e sim de aceitar as diferenças.
Um dia você estará velhinho e irá se reunir com seus amigos.

Irão contar para seus filhos e netos todas as loucuras que já fizeram.
E quando isso acontecer,vocês irão se lembrar de passar pra eles sua experiência de vida.
E vão ensinar que devemos ser escravos de nossas emoções e não do dinheiro.





Por: S.

Um comentário:

Alexandre disse...

Ótimo texto S.... Parabéns!!!